Aprenda a fazer massagem com bolinha nos pés

  1. Início
  2. »
  3. Sala de Imprensa
  4. »
  5. Aprenda a fazer massagem...

Aprenda a fazer massagem com bolinha nos pés

Os pés aguentam o peso do corpo o dia todo e, muitas vezes, apertados dentro de sapatos pouco anatômicos. Por isso, fazer uma massagem com bolinha ao final do dia é uma ótima maneira de retribuir esse esforço diário dessa parte do corpo.

“Coisas simples como tomar sol diariamente, ouvir cigarra cantando e andar com os pés  descalços na grama, terra ou areia são cada vez menos frequente e, como consequência, ficamos desconectados de nós mesmos e da natureza. A automassagem é uma forma de ativar os circuitos neurológicos, como o modo de ser, de pensar, de sentir, de agir e de reagir”, fala Ana Paula Rossetto, fisioterapeuta membro da AFB (Associação de Fisioterapeutas do Brasil).

Existe um tecido conjuntivo no corpo humano chamado fáscia que é como uma roupa interna. “Esse tecido é o mesmo que some das bochechas com o passar do tempo. Nos preocupamos tanto com a maçã do rosto e desconhecemos o que de mais grandioso esse tecido conjuntivo faz: conectar todas as partes do corpo, transmitir e distribuir energia, guardar emoções, preencher e manter espaços”, explica Ana Paula. 

Para que cumpra sua função de maneira eficiente, a fáscia precisa estar hidratada e a melhor maneira de fazer isso é com movimento e respiração. “Algo tão orgânico como respirar, mantém essa ‘aguinha’ da fáscia deslizando para lá e para cá, feliz, hidratada, conectada. Existe movimento inclusive das vísceras. O rim, por exemplo, faz um sobe e desce que, se medido, seria igual a ‘andar’ 2 km por dia”, diz.

Em contrapartida, o sedentarismo deixa a fáscia pobre de estímulo de tração e de deslizamento, interferindo no desempenho e na função desse tecido. “O que tenho observado na prática clínica nos últimos anos, mais ainda nesse período de pandemia, é que pode ocorrer a instalação de dor crônica”, fala.

A massagem com bolinha nos pés pode ser feita com diversos objetos. O ideal é usar diferentes opções a cada dia. “É, sim, importante variar. O tecido conjuntivo é ‘novidadeiro’. Sinta-se livre para escolher um saquinho de sementes, uma bolinha de tênis, uma bolinha mais macia, pode ser maior ou menor, uma meia enrolada, um espaguete de piscina… “, afirma a fisioterapeuta. 

Ana Paula indica ficar em pé para fazer a massagem, se não houver nenhuma restrição de movimento. Grávidas e idosos, preferencialmente, devem se apoiar na parede para não perder o equilíbrio. O importante é fazer movimentos variados, com diferentes níveis de pressão do pé com a bolinha, ritmo, velocidade, intenção e lugar de contato. O exercício pode ser feito por pessoas de qualquer idade. 

“Ao tocar a bolinha, é interessante que haja atenção plena e sentir-se confortável. Esse ‘perceber o corpo por dentro’ é chamado de interocepção. Nos pés, nós encontramos terminações nervosas e receptores específicos que vão mandar uma mensagem para o cérebro dizendo: ‘cara, isso é bom demais! Pode relaxar!’. É o sistema nervoso autônomo parassimpático sendo ativado”, explica Ana Paula. .

Siga o passo a passo para  a massagem com bolinha nos pés, indicada pela fisioterapeuta:

– Deixe os pés paralelos, feche seus olhos e sinta o contato dos pés com o chão. 

– Com a parte gordinha do pé, pise fazendo uma descarga de peso e alivie essa pressão. A alternância é importante. Repita 4 vezes. 

– Faça o mesmo no arco plantar. Repita 4 vezes. 

– Agora com os dedos tente agarrar e soltar a bolinha. Não precisa conseguir, é o movimento que conta. Repita de 4 a 8 vezes. 

– Volte a bolinha para o antepé e deslize-a para direita e para esquerda. Repita 4 vezes. 

– Agora pise com o dedão e deslize a bolinha até seu calcanhar. Repita 4 vezes. 

– Faça tudo novamente, mas em uma velocidade diferente. 

– Pise na bolinha como se estivesse amassando um cacho de uva. Repita 4 vezes. 

– Volte a fechar os olhos e sentir os pés no chão. Repare como um lado está diferente do outro. 

– Repita tudo do outro lado.

“Faça todos os movimentos respirando de forma consciente, mandando ar lá para os pés. Assim você se conecta com o apoio, se sente seguro e seu corpo agradece”, finaliza. 

Fonte: https://www.netshoes.com.br/blog/treino/post/aprenda-a-fazer-massagem-com-bolinha-nos-pes

Número de acessos 59